terça-feira, 19 de abril de 2011

Questionário que uma amiga me mandou.

Uma Mania? Roer unha
Pecado capital? Hm...prefiro não comentar!Hahaha
Melhor cheiro do mundo? Desodorante rexona teens
...Se dinheiro não fosse problema eu faria .... ? Compraria um terreno para construir a clínica de estética da minha mãe e outro para construir o meu estúdio.
Casos de infância? Quase perdi a perna e a visão quando criança.
Habilidade como dona de casa? Lavar a louça(será?).
O que não gosto de fazer em casa? Não gosto de cozinhar.
Frase? "Prefiro Toddy ao Tédio" Ledusha Spinardi
Passeio para alma? Torre de Tv ao pôr do sol.
Passeio para o corpo? Candagolândia ao Núcleo Bandeirante à pé(e vice-versa).
O que me irrita? Pessoas muito sérias me irritam demais.
Frase ou palavra que fala muito? "Pode crer"
Palavrão mais usado? Caralho
Desce do salto e sobe o morro quando? Não uso salto e não subo o morro.
Elogio favorito? Gosto de qualquer elogio, desde que seja sincero.
Talento oculto? Ainda não descobri.
Não importa que seja moda, não usaria nem no meu enterro? Calça cenoura, casaco de ombreiras...
Queria ter nascido sabendo? Mentir
Eu sou extremamente? Emotiva.

sábado, 16 de abril de 2011

Halestorm.

Hoje vou falar de um grupo que está fazendo e acontecendo no cenário rock feminino atual! É a banda norte-americana Halestorm, fundada em meados da década de 90, pelos irmãos Lzzy Hale(vocal e guitarra) e Arejay Hale(bateria).
Eles fazem um hard rock com uma linguagem moderna, sem deixar de lado as raízes e influências, que vão desde Beatles, Heart até Skid Row. É impossível não notar a presença de Lzzy, pela sua interpretação, o vocal potente e a pegada na guitarra, além do carisma e a beleza.
Em 14 anos de estrada, a banda lançou vários trabalhos, entre eles o álbum Halestorm(2009), trazendo os hits "I get off", "It´s not you" e "Familiar taste of poison", responsáveis por torná-los notáveis mundialmente, e o EP Re-animate(2011), que contém 6 faixas, todas de covers, destaque para "All I wanna do is make love to you" do Heart e a versão de "Bad Romance" da cantora Lady Gaga.
Confiram o clipe "I get off":






So that's all folks. Até a próxima!
Kisses =**

sexta-feira, 18 de março de 2011

Dos quinze aos vinte.


Aos quinze eu queria ter uma banda, ter um monte de amigos, largar a escola, conhecer todos os pubs da cidade, aprender a fazer drive(uma técnica para rasgar a voz quando canta), colocar um piercing, saber improvisar no piano, viajar para os EUA, pintar o cabelo, arranjar um emprego...

Hoje eu sou tudo o que eu queria ser no passado, mas não sou tudo o que eu quero ser no presente.

sábado, 12 de março de 2011

Fim de semana dos sonhos.

Era sábado. Mas não era qualquer sábado, qualquer fim de semana. Pelo menos isso era o que havia em minha mente, era o que eu previa. Às vésperas de uma semana extremamente corrida, planejava viver um fim de semana intenso, para sobreviver à luta dos próximos dias.
O alarme do despertador tocou às 10:00 da manhã. Pulei da cama e fui me aprontar para o churrasco de aniversário de um amigo meu. Meus pais estavam viajando e só voltariam na segunda. Minha irmã estava dormindo e pelo jeito só levantaria depois de 12:00. Peguei o carro segui para o local da festa, numa chácara próxima ao Varjão.
Chegando lá, o rock já estava rolando solto, com direito à Pearl Jam, The Police e Stone Temple Pilots. Havia bastante gente, e o clima era agradável. O aniversariante em questão era baterista da banda que estava tocando no evento. Pouco depois de me avistarem, me chamaram para dar uma canja na música "With or without you" do U2. A festa estava bastante animada, muitos dos meus amigos estavam lá. Só tomei uma garrafa de Smirnoff Ice porque estava dirigindo, mas mesmo assim me diverti um bocado.
Fim da tarde, hora de ir embora. Cheguei em casa exausta, o telefone não parava de tocar. Minha irmã estava na sala assistindo filme com a amiga e atendia os telefonemas sempre respondendo "não, é engano, você ligou para o número errado". Tocou de novo o telefone e corri para atendê-lo. Um colega de um amigo meu estava me procurando. Era produtor de eventos, estava organizando um grande show de rock e me convidou para fazer parte da programação. Estava meio parada de shows e aceitei numa boa, toda contente. Fui dormir.
Domingo, dia tipicamente entediante. Meu namorado acabara de voltar de viagem e me chamou para dar um pulo no park way, perto da Roda do Chopp. Chegando lá, me deparo com uma casa simpática, bem bonita mesmo e o carro dele estacionado. Achei muito estranho porque ele não morava lá. Em seguida, ele me aparece com um anel na mão. Me pediu em casamento, e eu chorando aceitei. Colocou o anel de noivado, de ouro branco no meu anelar direito. Quanta felicidade! E como se não bastasse, aquela casa simpática era nossa. Entrei lá, a casa era escura por fora, e por dentro o piso era todo xadrez, preto e branco. Em cada quarto havia um instrumento diferente, e eu que nunca tive um piano de verdade, me deparei com um piano de calda na sala! Todos os móveis estavam postos e a varandinha que dava para o quintal possuia uma mesa baixa, forrada com uma toalha do Cebolinha. Era sinal de que até para os filhos meu noivo estava preparado. E no segundo andar tinha um sótão. Sempre quis ter um sótão em casa...


- Postado ao som de "Alive" do Pearl Jam.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Eu e o nascer do sol.

Não faz sentido o seu despertador tocar às 6 da manhã, você acordar e não ter nenhum galo cantando, nem ver o nascer do sol.

Não basta saber que são 6 da manhã.

É preciso sentir o nascer do dia.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Parque dos porquês

Você é o passeio de lambreta
Mas é difícil de entender
É a velocidade do cometa
Mas é difícil de entender

Tentando se apossar da vontade
Sabendo ser o dono da razão
Procura preservar a verdade
E sempre quer chamar a atenção

Você é a voz da experiência
Mas é difícil de entender
Você é o avanço da ciência
Mas é difícil de entender

Você é o segredo mais bonito
Mas é difícil de entender
Você é o valor desconhecido
Mas é difícil de entender

Você é a morte, é a vida
Mas é difícil de entender
Você é a terra prometida
Mas é difícil de entender

O porquê...o porquê...é tão difícil de entender!

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Olhos vendados

Desculpe se estou diferente
Foi tudo tão de repente
Não estou bem certa se dava pra evitar

Não pense que isso é castigo
Pode contar comigo
Apenas mudei minha forma de te olhar

Que culpa eu tenho se o grau do meu óculos mudou?
Fiz tudo certo, só minha lente que errou
Que culpa eu tenho se o grau do meu óculos mudou?
Fiz tudo certo, só minha mente que te apontou

De olhos vendados eu estava
Você não é o que eu enxergava
Agora não posso voltar atrás